Notícias

icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp


Mais de 2 mil pessoas participam de ato contra a Reforma da Previdência

28/03/2017



“Estamos fazendo você perder minutos no trânsito para que não percam uma vida inteira dedicada ao trabalho” com essas palavras, servidores públicos federais, estaduais e municipais do estado de Pernambuco realizaram hoje (28) o primeiro de uma série de atos contra a Reforma da Previdência. Mais de 2 mil pessoas lotaram as ruas do Recife, durante toda a manhã. O evento foi uma iniciativa da Ordem dos Policiais do Brasil (OPB) junto ao Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) e o apoio de quatro centrais de trabalhadores, dentre elas a Pública.

“Só podemos confiar na veracidade dos números após a auditoria da dívida da Previdência. Sabemos que a população está envelhecendo, mas a reforma deveria ser feita em cerca de dez anos, sem sacrificar apenas o trabalhador. Parlamentares e empresas continuam isentos”, questiona o presidente da OPB, Frederico França. O ato contra a Reforma da Previdência contou com a presença de policiais federais, rodoviários federais, policiais civis, guardas municipais, além de professores, integrantes de movimentos populares e dos vereadores Rinaldo Júnior e Ivan Moraes.

A concentração foi na Praça do Derby, conhecida por ser palco de diversas manifestações na capital pernambucana. De lá, eles seguiram pela Avenida Conde da Boa Vista onde foram recepcionados com chuva de papel picado e buzinaço. Uma resposta da população que claramente apoiou a realização do ato. Por volta das 13h, os manifestantes chegaram na Praça do Diário onde devem, a partir de amanhã, realizar um acampamento, ou seja, realizarão atos diários.   





Voltar